Quartos infantis

0 comments
ago 18 2019
QuaInf1

O quarto de Joana, projeto de Hana Lerner Arquitetura, mostra como cama (dupla), balanço e escrivaninha podem ser setorizadas.

A decoração de quartos infantis demanda uma série de cuidados e funcionalidades que não são evidentes à primeira vista. No ímpeto de montar um quarto bonito com referências às brincadeiras e às preferências dos pequenos, muitos não se dão conta de que se trata de um espaço que, além de visualmente atraente, deve possuir uma série de características especialmente pensadas para a idade para a qual se projeta.

QuaInf3

Quarto pequeno para irmãos com escada e estante.

Primeiro que tudo há que pensar justamente neste particular: que idade tem a criança (ou crianças) que ocuparão o quarto. Se for pequena e tiver muitos brinquedos não quer dizer que não vá se desenvolver logo e precisar de espaço para guarda de mais e mais itens escolares – se for dividir o quarto com um irmão mais velho isso já deve ser levado em conta. Se estiver na idade escolar, ao mesmo tempo que o canto de estudos tem importância, não se pode esquecer que deve haver espaço para brincadeiras e para receber amigos. Logo, não são exigências muito fáceis de serem atendidas já que nos defrontamos com quartos cada vez menores com o passar do tempo, principalmente nas grandes cidades.

QuaInf5

Às vezes simples nichos organizam os brinquedos e livros escolares infantis.

Definida a idade e as necessidades básicas – dormir, guardar roupas, apetrechos escolares e brinquedos, espaço para estudar e para brincar, na maior parte dos casos – é possível começar a pensar no mobiliário e na distribuição do mesmo no quarto. Para quartos de crianças sozinhas a cama pode também ser um lugar para brincadeiras. Para irmãos, dependendo das idades, isso já não será tão fácil. Os armários e estantes devem oferecer espaços e alturas compatíveis com a criança, estimulando-a organizar e manter suas coisas arrumadas. Mesas de estudo e/ou brincadeiras podem ser as mesmas, dependendo do espaço disponível, mas um centro de quarto com um bom tapete – antialérgico se possível – é o ideal para cultivar brincadeiras mais variadas. E não se esqueça: mobiliário infantil não pode ter quinas ou pontas afiadas.

QuaInf2

Quarto de irmão e irmã organizado por cores: note também as luminárias nas paredes e no teto e a boa mesa de estudo entre as camas.

As cores devem estar de acordo com a preferência de mamães e papais e, principalmente, das crianças. Busque revestimentos antialérgicos e fáceis de limpar. Não caia na tentação de usar o que está na moda só por usar: analise o bem estar que poderá advir de sua escolha ou não. Crianças merecem cuidado contra frio e calor excessivos, poeiras e outros alergênicos que escapam de materiais com o passar do tempo. Procure por aquilo que não trará nenhum dano à saúde de quem é mais frágil.

QuaInf6

Lousa: até as portas dos armários podem ser um espaço para elas.

As paredes podem receber vários acessórios interessantes: de lousas fixadas à tintas especiais que as simulam, são uma ótima para estimular o desenho e a escrita dos menores. Prateleiras para conter brinquedos e, logo mais, caixas e livros também são muito bem vindas, além de adesivos que marcam o desenvolvimento físico da criança, sinalizam locais de guarda ou simplesmente decoram espaços. Escolha também pequenas peças que podem ser sempre trocadas de lugar como pequenas estantes e caixas para guarda de mil e uma coisinhas que vão se modificando com o passar do tempo – de bichos de pelúcia a tênis de quem já cresceu.

QuaInf4

Quarto simples com cores bem escolhidas.

A iluminação natural deve ser farta com uma boa janela para o exterior. Persianas ou cortinas vão depender da decoração escolhida para o quarto, mas as primeiras costumam ser mais práticas. A iluminação artificial deve começar com o ponto central, mas não deve se ater a ela: luminárias e abajures distribuídos pelo quarto e pontos de luz sobre bancadas e escondidas em nichos são necessários, além de pequenos equipamentos emissores de luz noturna para orientação no escuro – super bem vindos. Só não exagere a ponto de tornar o quarto muito estimulante: é preciso haver escurinho para dormir e descansar depois de um dia movimentado como os das crianças de hoje em dia.

QuaInf7

O quarto Montessori com um grande tapete para brincar: um destaque atual.

No mais, é manter a organização e não deixar que coisas antigas se acumulem. Pense bem quando é hora de descartar uma boneca ou carrinho antigo, uma roupa de vestir ou de cama que já não se usa tanto, um sapato que está velhinho, pensando que tudo isso pode atender a uma outra criança. Pratique o desapego desde cedo para que os pequenos se acostumem em não acumular coisas por demais e repartir com quem precisa. Desta forma o quarto estará sempre organizado e confortável para uso em todas as idades, o que é o ideal.